Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas Notícias > IEAv lidera rede nacional em propulsão hipersônica aspirada
Início do conteúdo da página

 

Em junho de 2017, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) aprovou o mérito técnico-científico para criação do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Propulsão Hipersônica Aspirada (INCT-PRO-HYPER), sob coordenação do Dr. Angelo Passaro, pesquisador do IEAv.

O INCT-PRO-HYPER, com sede no IEAv e participação de universidades brasileiras, organizações militares do DCTA e seus dois centros de lançamento, além de empresas nacionais, reúne professores, pesquisadores, profissionais e consultores estrangeiros, objetivando a produção de conhecimento acadêmico e desenvolvimento de tecnologias associadas a sistemas de propulsão hipersônica aspirada e de ciclo-combinado. Neste caso, o Scramjet é um motor aeronáutico hipersônico, sem partes móveis, baseado na combustão supersônica, cujas aplicações vão desde aviação de alta-velocidade até acesso ao espaço, demandando atividades multidisciplinares da rede de desenvolvimento constituída (Estudos teórico, computacional, e experimental, além de ensaios em voo visando à operacionalização de subsistemas do motor scramjet, entre inúmeros outros).

Para o Cel Av Lester de Abreu Faria, Diretor do IEAv, “por meio desta iniciativa, começada há dois anos atrás e que finalmente toma força neste momento, o IEAv assume definitivamente seu papel como instituição líder no desenvolvimento de tecnologia hipersônica, possibilitando, ainda, a formação de jovens profissionais para o setor aeroespacial, a disseminação da cultura aeroespacial para a sociedade, a transferência da tecnologia relativas ao motor scramjet para empresas nacionais, e a internacionalização da rede, focando no envolvimento do Brasil em programas externos de pesquisa e desenvolvimento de tecnologias hipersônicas. Para nós isso é um grande orgulho e, por meio do trabalho conjunto com todos esses stakeholders, nos fazemos mais fortes, assim como os resultados de nossa pesquisa”

 

 

 

Fim do conteúdo da página