Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas Notícias > IEAv supera mais um desafio em busca do domínio do vôo hipersônico: “Túnel hipersônico T4 comissionado e em operação”!!
Início do conteúdo da página

 

 

O IEAv, em sua caminhada em busca do domínio do vôo hipersônico nacional, superou, recentemente, mais um dos grandes desafios de infraestrutura necessários aos ensaios de solo e testes do 14-X, veículo componente do Projeto PROPHIPER.

No contexto de infraestrutura laboratorial, a existência e disponibilização de Túenis de Vento (Choque) Hipersônicos se mostra como um grande diferencial de assimetria de poder e de possibilidade de testes em solo, possibilitando prever e estimar o comportamento dos veículos quando em vôo. Nesse sentido, a Divisão de Aerotermodinâmica e Hipersônica (EAH) do IEAv comissionou mais um túnel de vento hipersônico pulsado, denominado T4, ampliando, assim, a capacidade operacional do complexo laboratorial hipersônico do Instituto, a qual contava, até então, já com três túneis de vento hipersônico operacionais: T1, T2 e T3.

Os principais subsistemas do túnel T4 foram doados pelo falecido Prof. Nagamatsu, do Rensselaer Polytechnic Institute (RPI), para Divisão EAH do IEAv, a qual obteve o apoio e o financiamento da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) – Convênio No01.12.0480.00, para a sua modernização e operação.

O primeiro disparo do túnel T4 ocorreu em outubro desse ano, produzindo um escoamento hipersônico a uma velocidade de aproximadamente dez vezes a velocidade do som no ar (MACH 10)”, afirma o Chefe do Laboratório de Aerotermodinâmica e Hipersônica, 1º Ten Eng. Lucas Ribeiro.

O Chefe da Divisão de Ensaios em Solo (EAH-E), Cap Eng. Thiago Assunção complementa: “Retrofitamos todos os principais subsistemas do túnel T4, executamos a integração mecânica, elétrica e pneumática entre os mesmos, e conduzimos os ensaios funcionais e de aceitação para posterior operação, de forma segura e confiável”.

Já estamos comissionando o túnel T4 para melhor atender ao Projeto Estratégico PROPHIPER (14-X) no tocante à pesquisa e ao desenvolvimento de novas técnicas para diagnosticar não apenas fenômenos associados ao escoamento hipersônico, mas também o desempenho de veículos e de sistemas de propulsão hipersônica aspirada que operam em regime de voo hipersônico”, finaliza Dermeval Carinhana Jr., Pesquisador-Chefe da Divisão EAH.

Para o Cel Av Lester de Abreu Faria, Diretor do IEAv, “o projeto, a construção, e a reforma (retrofit) de um túnel hipersônico da dimensões do T4 só é possível por meio de um total conhecimento de seus mecanismos de funcionamento, bem como de uma noção ampla e profunda dos fenômenos físicos envolvidos em sua operação. O IEAv, por meio de seu corpo técnico, superou mais este estágio em sua caminhada para o vôo hipersônico, o qual está mais perto do que nunca. O povo brasileiro pode se orgulhar e admirar as conquistas de nossos técnicos em breve, com o vôo do 14-XS, em outubro de 2020. Um novo equilíbrio geopolítico mundial se anuncia na área de hipersônica!”

 

 

Fim do conteúdo da página