Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas Notícias > IEAv tem novo Diretor
Início do conteúdo da página

    

         O Instituto de Estudos Avançados (IEAv) realizou, no dia 4 de fevereiro, a cerimônia de passagem de Direção da organização. Na ocasião, o Coronel Aviador Lester de Abreu Faria transmitiu o cargo ao Coronel Engenheiro Fabio Andrade de Almeida. A solenidade foi presidida pelo Diretor-Geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), Major-Brigadeiro do Ar Hudson Costa Potiguara.
No discurso de despedida dos dois anos na liderança do Instituto (na íntegra aqui), o Coronel Lester demonstrou seu apreço e admiração pela capacidade que o efetivo da Organização tem em se alinhar ao cenário tecnológico em contínua transformação, investigando tecnologias disruptivas com grande potencial de agregar valor à Força Aérea e ao Brasil.
         O novo Diretor, Coronel Almeida, ingressou na Força Aérea em janeiro de 1991, quando iniciou o curso de Engenharia Aeronáutica no ITA. Realizou o curso de Ensaios em Voo na modalidade Engenheiro de Provas em 1996, servindo na atividade de Ensaios até 2006, quando seguiu para o Centro Aeroespacial Alemão - DLR para realizar pesquisa no projeto de Doutorado. Após conclusão da missão de ensino, trabalhou como pesquisador na área de guiamento e controle de veículos aeroespaciais, onde publicou um livro e dezenas de artigos em revistas e congressos científicos, também ministrando um curso de pós-graduação no ITA. Em 2014 assumiu a gerência do projeto VLM-1, onde cumpriu as etapas de definição de missão do foguete e a finalização do projeto do motor S50 para produção na indústria nacional.
        Após o Curso de Comando e Estado-Maior, o Coronel Almeida assumiu a direção do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno em dezembro de 2017, dirigindo aquela Organização até final de janeiro do presente ano. Ao assumir agora o IEAv, tem como grande desafio a realização dos primeiros ensaios em voo do motor de propulsão hipersônica, além da investigação do potencial das tecnologias de inteligência artificial e aprendizado de máquina no segmento aeroespacial.

 

 

 

 

 

Fim do conteúdo da página